Skip to content

O LCR mantém atenção às mudanças contínuas que vêm ocorrendo no mundo e aos impactos dessas transformações sobre a vida das pessoas, afinal, todo esforço empregado em pesquisa científica precisa proporcionar facilidades que são esperadas pela sociedade, sempre atenta aos benefícios que a ciência tem para dar.  Por isso, o LCR se aprimora, não deixa "água parada nos cantos", se esmera para fornecer tais facilidades e superá-las logo em seguida, se for preciso.

Dentre os instrumentos de gestão, o Laboratório atualiza o planejamento estratégico periodicamente, a fim de uniformizar internamente os rumos desejados e renovar a vontade de obter novas respostas científicas.

Alguns princípios permeiam toda a estrutura organizacional do LCR, que é fortemente projetizada.   São forças estratégicas sob as quais o Laboratório pauta sua maneira de atuar e que estão em seu DNA:

Educação e ciência : nada no LCR acontece se não estiver ligado à educação ou ciência. São princípios por estarem presentes na razão de existir do Laboratório. Em termos práticos, são orientadores de atuação e postura que transcendem à óbvia expectativa que existe sobre o papel de uma universidade: No LCR, a educação forma estudantes e profissionais para a pesquisa, ensino ou para o mercado de trabalho.

Sustentabilidade : de forma ampla, é o principio que faz do LCR um organismo vivo, adaptado ao meio em que está inserido, impedindo qualquer atuação destrutiva e fazendo com que os recursos (humanos e materiais) retornem benefícios para o meio. A sustentabilidade impõe que programas e projetos sejam idealizados para serem autossuficientes financeira e operacionalmente.

Inovação : uma postura inovadora pode ser observada não apenas no aprimoramento das técnicas e tecnologias usadas no cotidiano, mas também no hábito instintivo de olhar à frente do mundo atual, na intenção de encontrar os caminhos de encaixe harmonioso com o futuro.