Skip to content

Desde março de 2004, quando inaugurou a Coordenação de Ensino e deu início à formação de mestres e doutores em seu estimulante ambiente científico, o LCR prosseguiu alinhando a formação do estudante às necessidades do mercado de trabalho, do universo acadêmico e da pesquisa científica. Dispostos a proporcionar uma formação  sistêmica, abrangente e transversal entre as linhas de pesquisa,  os orientadores exploram o potencial do ambiente e as qualificações do estudante, enquanto este constrói um sólido arcabouço teórico e prático.

A proximidade intensa do LCR com a prática cotidiana dos hospitais e clínicas de diagnóstico por imagem, algo sem paralelo em outras instituições de ensino no campo da Física Médica, possibilita dinamizar o estudo aliado à formação profissional. Em paralelo, laboratórios internos de calibração e radiobiologia amplificam o universo de construção mental do pós-graduando.

Por disponibilizar uma qualificação estrutural robusta, em termos tecnológicos e de domínio do conhecimento, os cursos de pós-graduação do LCR oferecem uma condição diferenciada para o estudante, que desfruta do ambiente bem aparelhado e do convívio com profissionais qualificados e reconhecidos internacionalmente.

 

O mercado de trabalho e o perfil do profissional

Esta metodologia, que distingue e funde teoria e prática, capacita indivíduos para atuar em áreas de conhecimento muito dinâmicas, devido os sucessivos avanços tecnológicos que ocorrem na aplicação da radiação ionizante. A carência de profissionais nestas áreas tornou-se notória, uma barreira à maior oferta de serviços para a população, como vem ocorrendo na Radioterapia. A carência, tem sido um fator de atração de interessados, dos quais se exige uma postura de auto-estímulo ininterrupto para o estudo e atualização, a sensibilidade para lidar com pessoas atingidas por doenças e a habilidade simultânea para lidar com rotinas aplicadas às máquinas de diagnóstico ou tratamento.